Mudar faz bem!

Mesmo que não queiramos, mudamos todos os dias, sutilmente, silenciosamente, quase sem que a mudança seja percebida

A sabedoria feminina é muito rica em variações, vertentes e cores. Dentre elas, se não a mais importante, mas provavelmente uma das mais evidentes, está a de saber mudar, mesmo que só um pouquinho, quando os sabores da vida mostram-se tediosos ou neles se desvaneçam os encantos. Quer prova disso? Fácil! Bastam, por exemplo, uns cortezinhos aqui e outros ali nos cabelos, umas mechinhas, quem sabe uma “luzes” ou, em caso de desespero ou vontade de revolucionar o mundo, uma tinturas rubras-vulcânicas  ou negras feita a noite sem estrelas, e temos uma nova mulher! Sempre ela mesma, mas mudada! Se você que lê estas linhas é uma mulher, sabe bem o acerto do que está sendo dito e, sendo um homem, vale a pena repensar seus critérios de “leitura” das sabedorias femininas!

 

Mesmo que não queiramos, mudamos todos os dias, sutilmente, silenciosamente, quase sem que a mudança seja percebida, mas mudamos sempre! Ruim, às vezes, são as mudanças que não nos são avisadas, a exemplo da mudança da mesa de centro da sala de estar, exatamente quando chegamos em casa à noite, sem querer acordar as demais pessoas e PIMBA! tropeçamos vergonhosamente na desditosa mesa, esfolamos as canelas e abrimos o nosso repertório de palavrões!

 

Se inevitáveis, melhor que sejam assimiladas sem maiores traumas, é o que se recomenda sobre as mudanças que insistem em ser a única coisa que não muda em nossas vidas. Então, nada de pânico ou de vitupérios contra os responsáveis pelas mudanças: melhor mesmo é transformá-las em novos cenários, neles buscando definir algumas cores e detalhes pessoais. Se você estiver mudando de local físico de trabalho, para citar uma referência apenas, que tal aproveitar o novo cenário para, nele, dar um novo valor, mesmo que simbólico a princípio, para a sua carreira? Como? Não é difícil e nem requer habilidade! Imagine que as novas cores do local serão as cores da sua carreira, que as novas dimensões físicas, serão os novos indicadores de expansão de competências e qualidade profissional e que até mesmo os novos referenciais físicos (prédios, instalações, ambiente externo, etc), serão os ingredientes de redesenho das próximas etapas de vida e carreira.

 

Aproveite e, já que teve que mudar para as novas instalações, saindo da zona de conforto das anteriores, não faça apenas o exercício de imaginação sugerido no parágrafo anterior. Inicie uma mudança para valer em sua carreira profissional! Voltar a estudar, aprender uma nova habilidade, romper as próprias limitações, mudar 180 graus a trajetória da especialização, mostrar-se renovado e mudado para o mundo, exatamente como faz uma mulher no mais elementar das suas mudanças: olhos estalando em cores e brilhos, contente com o resultado…e já pensando em um novo trato nos cabelos!